Fotógrafo de Rondon registra estragos feitos pelo tornado

PUBLICIDADE

O fotógrafo e morador de Marechal Cândido Rondon fez uma série de registros fotográficos dos estragos deixados pelo tornado que passou pela cidade na quinta-feira (19).

As imagens, em preto e branco, dão uma dimensão do tamanho do rastro deixado pelo fenômeno da natureza.

Luciano fez um relato de tudo o que viu:

“Hoje (20/11/2015) um dia após o desastre ocorrido em Marechal Cândido Rondon, eu sai para caminhar pelo local dos estragos. Apesar do joelho me arrisquei a cruzar a cidade para isso, já que felizmente, o bairro onde resido não foi atingido.

Estas 39 imagens em Preto e Branco foram feitas todas elas dentro de um raio de no máximo 500 metros na região próxima a rodoviária da cidade. O que se percebe é um cenário que lembra uma área de guerra dada a destruição. As fotos, feitas no período da tarde, foram registradas em um momento onde muito dos escombros já haviam sido removidos. O som que se ouvia era de motosserras, máquinas e vozes humanas tentando limpar a área, reconstruir os telhados, e retirar os escombros. Os olhares, todos eles de espanto e susto! Olhares que demonstravam que as pessoas estavam tentando entender o que ocorreu. Foi um desastre natural, mas perpetrado socialmente.

Pode-se tranquilamente jogar este desastre na conta do aquecimento global, do desmatamento, do descuido com o mundo natural que vem fazendo com que um corredor de vendavais se torne em corredor de tornados. Pode-se tranquilamente jogar este desastre, na conta do agronegócio, da expansão ilimitada e inconsequente do mercado sobre o humano e o natural. A natureza não é boa e nem má, ela apenas nos é indiferente! Existe um ditado que diz: “Deus perdoa sempre, o homem as vezes, a natureza nunca!”

Vejas as fotos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *