Grupo quer apoio de 20 mil para reduzir subsídio de vereadores de Cascavel

PUBLICIDADE

Taxado de demagogo por parte da imprensa local e até pelos próprios vereadores, o movimento pró-redução do subsídio dos vereadores de Cascavel se articula em silêncio e esta semana deve dar uma amostra de que não está para brincadeira.

Batizado de “Com Nosso Dinheiro Não”(confira aqui a página do Facebook), o movimento vai iniciar na próxima quarta-feira (26), a coleta de assinaturas para apresentação de um projeto de iniciativa popular que reduza o salário dos parlamentares à próxima legislatura.

O grupo quer 50% de redução de subsídio e de servidores comissionados da Câmara. Atualmente, um vereador recebe R$ 9,6 mil e a partir de outubro receberá R$ 10.176, graças a aprovação de revisão em 6%.

Para fortalecer o movimento, será buscado esta semana o apoio da OAB, da Cúria Diocesana, Amic, Acic e também do Ministério Público.

Os vereadores, grosso modo, já manifestaram que não querem a redução e já manifestaram há alguns dias ao “Jornal Hoje” que consideram o projeto demagogo.

hoje

“Tem gente dizendo que estamos demorando demais. O que estamos fazendo é verificar minuciosamente o que precisa para não termos um trabalho perdido”, explica Claudinei Ozelame, coordenador do Com Nosso Dinheiro Não.

E o início dos trabalhos será em um ponto estratégico: o Fórum Eleitoral.

“Estive no Fórum Eleitoral pedindo um parecer do que é necessário para que ocorra um arquivamento por erros bobos. A direção do Fórum também nos deu todo apoio e autorização para que façamos o trabalho do lado de fora. Vamos montar uma tenda e coletar o máximo de assinaturas possível”, detalha Ozelame.

A apresentação de um projeto de iniciativa popular exige 5% do total de eleitores, no caso de Cascavel, são necessários pelo menos 10,5 mil mas o grupo vê um potencial para 20 mil rubricas até o fim do ano.

“Precisamos de 5% dos eleitores, mas só pelo Fórum eleitoral eles atendem cerca de 2 mil pessoas por dia por causa do recadastramento eleitoral e as pessoas já estão com os documentos necessários. Nossa meta é apresentar um projeto antes do fim do recesso parlamentar com 20 mil assinaturas, nem que ele seja votado somente ano que vem”.

A tenda também será instalada aos sábados no Calçadão da Avenida Brasil.

Como apoiar?

Para apoiar o projeto de iniciativa popular, o eleitor precisa informar nome, todos os dados que constam no título de eleitor. O movimento também vai pedir até que a assinatura seja a mesma que consta no cartório eleitoral.

“Quando terminarmos, vamos tabular todos os esses nomes para não dar margem para erro”.

Enquete

Você também pode dar sua opinião respondendo a enquete lançada hoje pelo blog: VOCÊ CONCORDA COM A REDUÇÃO DO SALÁRIO DOS VEREADORES DE CASCAVEL?

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *