Construção Civil: “Cenário de crise econômica não se aplica a região”

PUBLICIDADE

Fonte: Sinduscon

Em parceria com o Secovi-PR (Sindicato da Habitação e Condomínios do Paraná) e o Sebrae-PR, o Sinduscon/Paraná-Oeste trouxe novamente para Cascavel o consultor Marcos Kahtalian, da Brain Consultoria em Inteligência Corporativa, de Curitiba. Kahtalian apresentou o panorama da construção civil para um auditório lotado no sindicato, na noite do dia 30 de julho. Segundo ele, o cenário é positivo para a região Oeste e que a realidade nacional de crise econômica não se aplica a Cascavel.

Kahtalian mostrou que a evolução dos números de emissão de alvarás em Cascavel, Toledo, Medianeira e Foz do Iguaçu, com dados comparativos ano a ano e trimestre a trimestre, comprovam que a região está alheia à crise.

“Há um crescimento, uma evolução na produção imobiliária em Cascavel. Há um cenário de crise econômica nacional, mas ela não se aplica à Capital do Oeste e a região tem resistido bem”, informou. Ele também apresentou dados do estoque e da oferta de imóveis na cidade. “Eles estão em equilíbrio, muito diferente da realidade de outros locais”.

O consultor também mostrou as projeções populacionais de Cascavel atualizadas e informou que existe uma necessidade no município de aproximadamente 3,5 mil domicílios novos por ano, o que ele classificou como números extremamente significativos. A bonança da região, segundo ele, está relacionada ao agronegócio.

“Região Oeste está muito bem devido à relação muito forte no agronegócio, que é a única área que crescerá esse ano no Brasil. Para os compradores é o melhor momento de investir, pois estamos com uma boa oferta de imóveis e as empresas estão mais dispostas a vender”.
Além da análise dos números, deu uma dica aos incorporadores. “As empresas precisam se preocupar em planejar melhor os lançamentos. Acabou o momento que era feito qualquer coisa e vendia. Hoje, é necessária uma qualificação”, orientou.

O membro do conselho consultivo do Sinduscon/Paraná-Oeste, Sérgio Casarotto, disse no evento que esperava que a palestra de Kahtalian trouxesse reflexões e fomente o debate dentro das empresas.

“Esperamos que com essas informações, o Sinduscon/Paraná-Oeste possa desenvolver o crescimento do associado, que é a sua missão”.

O vice-presidente Regional Oeste do Secovi-PR, Luiz Langer, declarou que os empresários do ramo precisam desenvolver uma inteligência de mercado.

“Essas informações e números são importantes para vermos que a crise divulgada na imprensa não é bem assim, não é a nossa realidade”, defendeu.
“Estamos trabalhando para fornecer informações para os nossos associados. Hoje, temos quase um senso da construção de Cascavel”, ressaltou o presidente do Sinduscon/Paraná-Oeste, Edson Vasconcelos.

1 comment

  1. Creio que o Marcos esteja equivocado ou foi mal informado sobre o mercado imobiliário em Cascavel. Sou corretor e percebo a dificuldade atual em vender ou locar imóveis em nossa cidade. Basta comparar os anúncios em classificados de dois anos atrás e comparar com os de hoje…A oferta foi triplicada… Também dá para perceber a quantidade de placas para venda e locação afixadas em imóveis do centro e dos bairros. Agora, se ele comparar com outras cidades, pode ser que o que disse se confirme. A crise existe sim, mas creio que seja mais por uma situação de mercado, pois estabilizou os preços, impedindo a especulação, do que por falta de dinheiro. A venda de imóveis usados sofreu uma séria restrição nas vendas pelo fato da Caixa exigir agora 50% de entrada, diferente dos 20% exigidos a alguns meses atrás.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *